Assessoria de Imprensa

Afinal, autodidatas precisam do suporte de cursos de idiomas?


Certificações internacionais, que comprovam o aprendizado de uma nova língua, são um dos principais motivos que levam autodidatas às salas de aula
Cliente: 
Seven Idiomas
Afinal, autodidatas precisam do suporte de cursos de idiomas?

Aprender a aprender, individual e independentemente de um grupo ou professor, é a característica principal do autodidatismo. Ao centralizar seus estudos em si mesmo para aprender outro idioma, um autodidata pode correr riscos de “vícios” de interpretação. Para que isso não aconteça, uma opção é ter como suporte um curso para tirar dúvidas, ou, talvez, aprimorar o que já foi visto.

Hoje, com a velocidade da informação, esse grupo de estudantes ganhou mais ferramentas do que apenas os velhos e conhecidos livros. Porém, muitos desses alunos apresentam dificuldades na prática de pronúncia, comunicação e expressão. Segundo Chris Riego, gerente da engenharia da educação da Seven Idiomas, escola de idiomas com 25 anos de experiência no ensino de inglês e espanhol, “o aluno que compartilha os estudos com outros colegas, vivencia mais o idioma, e, consequentemente, consegue ter uma imersão ainda maior à nova língua”.

Outro fator que leva alguns estudantes a procurarem cursos de idiomas é a procura por certificações internacionais, já que muitas empresas – multinacionais, principalmente – buscam profissionais qualificados, no qual ‘saber mais de uma língua’ e ter isso comprovado por renomadas instituições estrangeiras é um diferencial. Chris ressalta que “o certificado de proficiência do seu conhecimento só pode ser gerado a partir de uma escola que tenha centros de aplicação de testes de instituições internacionais”.

Vale lembrar que procurar um curso de idiomas apenas para a certificação pode ser algo prejudicial ao aluno. Muitas escolas de inglês emitem diplomas que não são validados ou reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura), portanto, não tem valor algum diante de empresas e universidades. “É muito importante que o aluno se informe sobre a escola, quais exames de proficiência aplica e quais instituições internacionais representa”, sugere Chris.

Entre os principais e mais aceitos exames internacionais estão os TOEFL, TOEIC, administrados pela ETS; FCE, CAE, CPE, da Universidade de Cambridge; e o IELTS, da British Council IDP.

Depoimentos

“Acho o trabalho da Ato Z bárbaro. Os profissionais têm muito cuidado com os clientes. Nos tratam com amizade, cuidado e carinho. É uma parceria que funciona...

Leandro Montesino

do MMeilus Studio

Notícias

Assessoria de imprensa gera autoridade para profissionais e empresas que desejam ser referência
A autoridade cria uma distinção entre você e o restante do mercado. De quem as pessoas querem comprar?
Saiba Mais
Sua empresa tem planejamento para 2017?
Conteúdo e relacionamento estratégicos podem tornar sua marca referência nacional
Saiba Mais
Cia de Franchising é o novo cliente da Ato.Z Comunicação Inteligente
Assessoria de imprensa nacional e produção de conteúdo
Saiba Mais
45 DIAS FREE. BLACK WEEK: PACOTE DE PRODUÇÃO DE CONTEÚDO PARA UM ANO
A sua marca precisa de conteúdo estratégico?
Saiba Mais
Assessoria de imprensa para atuação nacional Assessoria de imprensa para expansão de redes de franquias
Assessoria de imprensa estratégica para atuação nacional
Saiba Mais

Newsletter

Receba novidades sobre o mercado de comunicação empresarial e sobre a Ato Z Comunicação. Cadastre-se!