Assessoria de Imprensa

E quando a única forma de expansão é a exportação?


Alternativa pode colaborar com planos de expansão da empresa
Cliente: 
Fran Systems
E quando a única forma de expansão é a exportação?

Em determinados momentos, algumas empresas saturam seus espaços no mercado local e decidem investir em novos nichos. A exportação pode colaborar para fortificar as ações da empresa e expandir sua atuação. Entretanto, cada país tem suas leis e procedimentos para conseguir realizar estas transações. Como, então, realizar estas operações de forma correta, sem riscos e rentável aos cofres das empresas?

Estudo divulgado pela Organização Mundial do Comércio (OMC) no último dia 14 revela que o Brasil foi o país que teve o maior crescimento nas exportações. Levando em consideração o último trimestre (outubro a dezembro) de 2010, as exportações cresceram 38% em comparação com o mesmo período do ano anterior, superando Índia e China, que expandiram em 28% e 25% suas exportações, respectivamente. No geral, a média ficou em 17%.

Esse cenário retrata uma tendência para as empresas brasileiras. Batista Gigliotti, presidente da Fran Systems, consultoria em desenvolvimentode negócios e de franquias, revela que “é necessário que as empresas fiquem atentas às novas oportunidades para realizar negócios. Em determinadas situações é vital expandir sua atuação para outros mercados, entretanto, é preciso cautela das empresas. Verificar se o mercado que pretende atuar é promissor e entender as idiossincrasias (características comportamentais ou estruturais) da comunidade local sãoapenas algumasdas muitas etapas para o sucesso do negócio”.

O especialista em empreendedorismo ressalta que “frequentemente vê-se empresários brasileiros fracassarem por quererem impor seus produtos e serviços a outro mercado com diferentes necessidades e com diferentes hábitos de consumo quando comparados aos nossos”.

Para alguns empresários a palavra exportação pode representar um bicho de sete cabeças, porém, esta ‘desconfiança’ está desaparecendo aos poucos dos pensamentos empresariais. “Vender para mercados internacionais amplia a carteira de clientes e diminui, consideravelmente, os riscos dos períodos de baixa demanda por seu produto. Além de incrementar a competitividade do negócio, gera impacto positivo para sua empresa, seja no caixa ou na credibilidade e visão que seu negócio irá conquistar”, revela Gigliotti.

Burocracia (ainda) ‘assusta’ pequenas e médias empresas

O sonho de expandir sua atuação – e consequentemente expandir seus produtos - é unânime entre os empresários. Porém, o volume de documentos exigidos para conquistar este novo mercado ainda amedronta muitas empresas. O consultor, entretanto, explica que “a burocracia é necessária porque existem diversas normas que precisam ser seguidas à risca. Além disso, é necessário verificar a legislação do país de destino, que na grande maioria das vezes possui normas e leis diferentes das nossas”.

Antes de tudo é essencial ter um planejamento detalhado para evitar riscos desnecessários. “Ter o acompanhamento de um profissional com experiência de negócios no exterior e com network local é fundamental para traçar as metas e elencar as prioridades do projeto. Esse pode ser o diferencial para impedir que o sonho da exportação se torne um pesadelo”, conclui Gigliotti.

Saiba mais: Batista Gigliotti é presidente da Fran Systems, consultoria em desenvolvimentode negócios e de franquias. A empresa possui em sua carteira de clientes empresas, empreendedores, franquias e franqueados de variados segmentos, entre eles: Agility, IPESSP, Sal e Brasa, Sunbelt Business Brokers, Nobel, Devassa, Pizza Hut, Pra Que Marido, Seven Idiomas e Station Car entre outraswww.fransystems.com.br- É também mestre em administração e professor dos cursos de pós-graduação da FGV, Senac e Anhembi.

Depoimentos

“Acho o trabalho da Ato Z bárbaro. Os profissionais têm muito cuidado com os clientes. Nos tratam com amizade, cuidado e carinho. É uma parceria que funciona...

Leandro Montesino

do MMeilus Studio

Notícias

Assessoria de imprensa gera autoridade para profissionais e empresas que desejam ser referência
A autoridade cria uma distinção entre você e o restante do mercado. De quem as pessoas querem comprar?
Saiba Mais
Sua empresa tem planejamento para 2017?
Conteúdo e relacionamento estratégicos podem tornar sua marca referência nacional
Saiba Mais
Cia de Franchising é o novo cliente da Ato.Z Comunicação Inteligente
Assessoria de imprensa nacional e produção de conteúdo
Saiba Mais
45 DIAS FREE. BLACK WEEK: PACOTE DE PRODUÇÃO DE CONTEÚDO PARA UM ANO
A sua marca precisa de conteúdo estratégico?
Saiba Mais
Assessoria de imprensa para atuação nacional Assessoria de imprensa para expansão de redes de franquias
Assessoria de imprensa estratégica para atuação nacional
Saiba Mais

Newsletter

Receba novidades sobre o mercado de comunicação empresarial e sobre a Ato Z Comunicação. Cadastre-se!